In Auto-estima

Auto estima, como desenvolver?

 Oi gente, o post de hoje vai falar sobre auto estima, porém que tal a gente falar mais pro pessoal? 

Auto estima, desaprovação,  raiva, baixa estima!


O que é auto estima para você? 

Quando foi que voce percebeu que tinha auto estima? Quando você começou a se sentir assim, as vezes vazio, as vezes cheio demais, quando isso aconteceu? Como voce  se sentiu? E como você se senti hoje? Alguma coisa mudou desse tempo pra cá?  Algumas coisas mudam demais as nossas vidas, e com o passar do tempo os detalhes que passavam desapercebidos tornam-se visíveis demais e nós não sabemos o que fazer com eles, então cada crítica que recebíamos na infância, cada elogio, foram guardados em algum lugar e quando nós tornamos adultos todas essas questões vem átona.

Ontem fiz um post no Instagram, e falei sobre o meu corpo após a gravidez, até hoje eu venho tentando me adaptar ao corpo de mãe,  quadris mais largos, os seios não ficam mais como eu gostava dentro de uma blusa, esses são pequenos detalhes, apesar de ter perdido 20 kgs que conseguir durante a gravidez, eles já não tenho mais, essa foi uma das minhas vitórias e sim, eu fico feliz com isso, admito que não foi fácil, mas ainda venho lutando contra alguns detalhes.

A auto estima esta ligado a auto imagem e também a auto aceitação,  é possível que em algum momento voce tenha se sentido longe de tudo isso,  longe daqueles enormes banners que olhamos na rua, longe daquilo que parece perfeição você se viu aí, um pouco perdida, eu sei bem como é, acho que todo mundo ja passou por isso em algum momento da vida. 


Como se adaptar a nova realidade?

Você ainda não se aceita isso é um fato, mas como você pode se adaptar a sua nova realidade?
Existe algumas dúvidas em relação a suas nova fase, mas precisa manter o foco em melhorar,  isso não significa que você não vai se sentir mau de vez em quando, mas isso é normal, você precisa aprender a conviver e resolver os seus problemas,  isso leva tempo e precisa de esforço para você ver resultados.

Quando percebi PR que reclamar não me dava resultados,resolvir investir de verdade em me, e focar nas melhorias que eu queria para minha vida, como eu comecei a fazer isso,  o primeiro passo foi aprender a dar tempo ao tempo, essa é uma prática que todos precisamos aprender a lidar, reconhecer seus limites, trabalhar a sua mente e aprender a esperar, e claro persistir em seus objetivos, acredito que essa é a melhor forma de se obter bons resultados. 

As minhas práticas foram; ioga: para trabalhar o equilíbrio e aliviar as tensões do corpo;  exercícios físicos: para melhorar o meu corpo e ajudar na perda de peso; leitura: para trabalhar o mental, buscar conhecimento   é essencial para abrir a nossa mente para o novo; conversar: apesar da minha relutância em falar sobre a minha vida, encontrar alguém para conversar e compartilhar as minhas necessidades de mãe e mulher, foram de grande valia.

Como vocês viram, foram processos adaptáveis ao longo do tempo, e que com certeza me ajudaram e ainda ajudam bastante, e é nessa busca que a gente aprende a se reconectar.


Bom, esse foi o post de hoje, espero que vocês gostem e me digam nos comentários como vocês lidam com os seus problemas.Grande abraço a todas e todos.

Artigos Relacionados

4 comentários. Clique aqui para comentar::

  1. Manter a auto estima em cima não é fácil. Existem imensas armadilhas há nossa volta, seja por aquilo que se vê nas redes sociais, seja por palavras dos outros que por vezes podem nos afligir e magoar. Há que estar atento e fazer uma seleção do que realmente nos acrescenta e afastar do nosso caminho o que só nos puxa para baixo.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade é tão difícil manter a nossa auto estima equilibrada, algumas coisa fogem do controle, e quando menos percebemos estamos de novo na armadilha da baixa auto estima. Grande abraço querida.

      Excluir
  2. Menina, achei esse post um tuuudo. Eu precisava ler sobre algo do tipo, porque eu não acho a minha autoestima uma das melhores coisas.
    Eu ganhei peso, ganhei muita massa muscular após uns dois anos de treino, então eu cheguei a ganhar cerca de 10 - 12kg entre 2019 e 2021. As pessoas achando minha bunda linda e eu me revoltei tanto porque surgiu estrias vermelhas nela. E eu ficava me sentindo culpada, mesmo sabendo que é genética. A minha mãe e eu criamos estrias com muito facilidade. E são apenas cicatrizes, não são nada mais do que isso. Mas eu só me toquei disso quando fiquei depressiva e não quis me cuidar mais.

    Comigo foi o contrário. Parei de me importar para a beleza, se eu iria emagrecer ou engordar depois quando fiquei na depressão profunda. Embora a minha depressão seja avaliada como moderada, por alguns episódios horríveis, janeiro eu me afundei. Então se nem escovar dentes valia a pena, quem dirá cuidar de estrias.
    Graças a Deus esse episódio passou, eu realmente não tô me importando mais tanto com elas, só aplico óleo e vou esperar elas pararem de ficar vermelhinhas. Iniciei pole dance, foi só amores ♥. Voltei aos meus exercícios físicos, muita terapia e auxilio médico, além de voltar a trabalhar também.
    Acho que a gente nunca volta a ser como era antes, mas isso não significa que estamos piores que antes. Normalmente é algum sinal de evolução.

    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Canal no Youtube - Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Me Acompanhe também no Pinterest

    ResponderExcluir
  3. Carol eu sei como é, nem sempre estamos satisfeito, mas é importante tentar sempre, e as vezes precisamos de um choque de realidade para entender tudo que acontece com agente, mas eu fico super feliz que você gostou desse post e que ele tenha lhe ajudado de alguma forma. Grande abraço querida e fica bem aí.

    ResponderExcluir

Deixe seu blog♡
Respeite o proximo♡
Seu comentário é importante♡
Agradeço a visita♡